Dor e tristeza


Toshiro Masuda – Grief and Sorrow

Não te prendas às suas tristezas, contudo não deixes de vivê-las. Nem lá, nem cá. Observa calmamente e saboreia estes momentos, pois encerras-te neles, justamente, a oportunidade de crescer e evoluir quanto ao desenvolvimento humano e ascender a condições melhores de sabedoria e amor. Todos queremos o céu, mas esquecemo-nos da trajetória, procurando adiar a caminhada. Dor e sofrimento fazem parte da natureza que habita em nós. São elas as formas pelas quais nos incomodamos e reagimos, e assim damos novos passos. E, mesmo sem perceber, modificamos o que fomos há pouco ou muito. É uma tentativa vã fugir das mudanças.

Vivenciar a dor e o sofrimento com menor receio aproximado-nos de nós mesmos, levando-nos ao auto-conhecimento, elemento crucial para que vivamos em maior plenitude. Quanto mais nos conhecemos e nos aceitamos, melhor crescemos. Observando-nos com honestidade, abre-se a chance de modificar o que entendemos que deva ser modificado. Enganar-se, retarda qualquer modificação de nossa parte. É tarefa difícil compreender que o sofrimento existencial é um componente de nossa dinamica de se viver, ao contrário, observamos-o como um castigo, ou uma punição apenas.

Por outro lado, é justo procurar a alegria e o contentamento. Contudo, é a eles que pretendemos agarrar, procurando desconsiderar o seu oposto: as preocupações. Vivemos na época da busca incontrolável pelo prazer. Busca-se o extremo nesta direção, e isso faz clara oposição a qualquer dissabor. Cria-se muita dificuldade em aceitar o que não faz parte do mundo prazeroso. É claro que se trata apenas de uma ilusão, mas mesmo as ilusões são poderosas e esta ganha adeptos em crescente velocidade. São idéias que nos chegam de fora e que incorporamos como um sentimento base para o nosso ser. Crescemos a aprender desta forma, e com isso somos presas fáceis da própria falta de conhecimento acerca de nós mesmos,por não permitir o acesso que leva ao conhecimento mais profundo da nossa existencia.

Não vale a pena criticar os momentos em que os problemas estão presentes, e muito menos fugir. A recusa implica em atraso, em lentas passadas nas viagens que temos pela frente. Muda aos poucos a percepção que tens a respeito destas condições. Percebe as vantagens que podem ser aproveitadas, ainda mais se aceitarmos a inevitabilidade de ter que passar por estes momentos. Conquista a calma necessária para lidar melhor mediante os sofrimentos da vida.

Com o sofrimento, o choro chega também, e ele traz alívio. É um amigo que conforta, deixando clara a sua missão: expressar o que vem reprimido, e ao mesmo tempo aliviar a nossa dor. Se precisarmos reduzir o sofrimento, temos o recurso natural: chorar.

Confia em ti mesmo, nas tuas sensações e reflexões. Acredita mais nas coisas que sentes e fluem natulamente, essas são legítimas. As alegrias e procupações formam-se dentro de nós, e por esta razão, dizem respeito ao destino que lhes daremos. De que maneira nós as trataremos? É uma decisão particular, que pode até ser dividida e receber apoio, todavia é único o encaminhamento a ser dado.

Os momentos em que nos recolhemos e ficamos introspectivos e mais reservados devem ser aproveitados para uma bela e frutífera viagem interior. Nela, permitimo-nos aceder a sentimentos e situações diversificadas, como um relacionamento acabado e ainda aberto, um medo mediante certa decisão ser tomada, mágoa, frustração, etc.

Temer menos a dor e o sofrimento aumenta a capacidade de superar e aceitar, cada vez melhor, os contra-tempo da vida. Amplia as chances de evolução pessoal. Há uma frase que descreve com propriedade as razões da aflição:”Quanto mais numerosos os espinhos, mais belas serão as rosas”.Permitamo-nos ao convívio mais abrangente de tantas coisas que ainda não ocupam o espaço necessário e enriquecedor das nossas vidas.

 

58 Responses to “Dor e tristeza”


  1. 1 lua Novembro 2, 2010 às 9:09 pm

    afinal é tão simples! só temos que ser uma rosa espinhosa

    • 2 Perfect Harmony Novembro 4, 2010 às 9:17 am

      Podemos tornar-nos frios e distanciar os outros… Que nos traz isso?
      Ninguem quer morrer gelado em si próprio🙂

      Keep on hope is the only thing we have ^^

      • 3 lua Novembro 4, 2010 às 12:55 pm

        esperança é bom

      • 4 Perfect Harmony Novembro 5, 2010 às 5:07 am

        Essencialmente necessária🙂

  2. 5 lua Novembro 5, 2010 às 9:16 pm

    esparança é bom, mas não essencial, é só uma maneira em forma de desculpa de não querer ou ver o imediato

    • 6 Perfect Harmony Novembro 6, 2010 às 6:01 am

      Acreditas que esperança e realidade são opostos?

      • 7 lua Novembro 6, 2010 às 3:54 pm

        Eu acredito que a nossa vida é fruto das nossas escolhas.REALIDADE-presente. ESPERANÇA-futuro.A esperança é necessária quando o nosso presente não é completo, preenchido, feliz, e aí entra a esperança; mundança; futuro.

      • 8 Perfect Harmony Novembro 6, 2010 às 11:57 pm

        E não podes ser feliz e ter esperança das coisas serem ainda melhores?

  3. 9 lua Novembro 6, 2010 às 11:40 pm

    perdoa-me:(

    • 10 Perfect Harmony Novembro 6, 2010 às 11:57 pm

      ?

  4. 11 lua Novembro 7, 2010 às 12:27 am

    quando se espera muito, perde-se a esperança. a melhor opção é tentar ser-se feliz sem se esperar muito, ou corremos o risco de sermos infelizes…

    • 12 Perfect Harmony Novembro 7, 2010 às 3:01 am

      O problema e que a nossa felicidade está quase sempre lá, nós é que não temos presença de espirito para ver e aproveitar.
      A felicidade é feita de pequenas coisas e pequenos pormenores que vemos todos os dias mas que nos passam ao lado por estarmos mais preocupados com os pontos negativos. Não concordo com a tua afirmação de que perdemos a esperança se esperar-mos muito… Há momentos em que tudo nos parece distante e não temos vontade de fazer nada, desmotivamos e afins mas isso são apenas momentos.

      • 13 lua Novembro 7, 2010 às 6:52 am

        eu costumo dizer que a felicidade é feita de momentos, almejar a felicidade completa é utopia.viver já e´por si só um bem que devemos aproveitar.

      • 14 Perfect Harmony Novembro 7, 2010 às 7:14 am

        Não existe nada absoluto por isso concordo contigo. Mas na imperfeição atinge-se a perfeição😉

  5. 15 lua Novembro 7, 2010 às 7:54 am

    A perfeição porventura existe!? ao longo da nossa vida tentámos algo parecido, levar uma vida completa, com objectivos que acreditamos serem os melhores para nós e para os outros, mas a vida vai passando, e por vezes com tantas perdas pelo caminho, que a balança começa a desequilibrar, e pensa-se, será que vale a pena. A minha vida tem passado por tentar felizes quem me rodeia, se tenho conseguido, não sei, gosto de pensar que sim, se já causei algum tipo de sofrimento, também acredito que sim.Ás vezes é um caminho inglório aquele que percorremos. Há quem acredite no destino, eu acho que não acredito, se é o destino que nos dá algo bom, então porque no-lo tira a seguir?😦

    • 16 Perfect Harmony Novembro 7, 2010 às 9:44 am

      Não acredito no destino nem em nada parecido…
      Mas quanto há tua pergunta inicial, eu sou capaz de surpreender…
      Sim existe. Chocada? Não estejas. Eu acredito honestamente que a perfeição está nos olhos do
      observante e como tal nunca agradará a todos. A perfeição é composta também por alguns defeitos
      que muitas vezes nos parecem engraçados e/ou interessantes na pessoa oposta. Quando aceitamos
      os defeitos dos outros (coisas pequenas claro) eles acabam por deixar de ser defeitos e passam sim
      a ser parte intrinsica da personalidade da pessoa. Como tal é uma questão de aceitação.

  6. 17 lua Novembro 7, 2010 às 10:24 am

    é bom ler-te…e finalmente alguém que não acredita no destino. o nosso destino é feito pelas nossas escolhas( minha modesta opinião, claro)

    • 18 Perfect Harmony Novembro 7, 2010 às 10:37 am

      Não gosto de contos de fadas😛

  7. 19 lua Novembro 7, 2010 às 10:41 am

    oooooooooh “A gata borralheira” quem não gostaria de sê-lo🙂

    • 20 Perfect Harmony Novembro 7, 2010 às 4:30 pm

      Eu não de certeza😛

      • 21 lua Novembro 7, 2010 às 6:47 pm

        já houve um sapo que ao ser beijado pela princesa, se tornou prìncipe, ás vezes….:D

      • 22 Perfect Harmony Novembro 8, 2010 às 3:57 am

        Como te disse não acredito em contos de fadas🙂

  8. 23 lua Novembro 8, 2010 às 8:18 am

    🙂. Há alguns que não têm um final feliz. O meu está prestes a acabar, mas tive que despedir-me dele devagarinho. Beijo grande

    • 24 Perfect Harmony Novembro 8, 2010 às 8:35 am

      Explica lá isso…

      • 25 lua Novembro 8, 2010 às 1:13 pm

        e é preciso explicar? beijo grande Carlos, sê feliz

  9. 26 lua Novembro 8, 2010 às 1:16 pm

    era uma vez uma princesa (bem mais gata borralheira), que sonhava sonhava………………… e viveu toda a sua vida a sonhar, e continua a sonhar, mas os seus castelos são de areia…. um dia conto a história.

  10. 27 lua Novembro 8, 2010 às 8:25 pm

    olá, eu sabia que a tua reacção seria esta, eu podia continuar, mas não posso, tu percebeste logo na primeira frase,eu prezo-te demasiado para continuar com a charada( tudo o que eu disse foi a sério tu sabes),a tua amizade é o que eu tenho mais importante. Perdoa se puderes, eu não queria deixar-te sair da minha vida, por isso a frase “…tive que despedir-me devagarinho…” foi a maneira que eu inventei para me despedir de ti. Desejo-te o melhor do mundo.beijo grande

    • 28 Perfect Harmony Novembro 9, 2010 às 7:45 am

      Prefiro cortar o “mal” pela raiz. Sabes bem que não vale a pena mais do que tentei.

      • 29 lua Novembro 9, 2010 às 8:33 am

        e a vida continua… adeus

  11. 30 lua Novembro 9, 2010 às 8:51 am

    e quem não deixar a sua criança interior viver, perderá a sua espontaniadade, destruira a sua simplicadade, sufocará a sua criatividade. será infeliz diante dos homens e diante de deus. transformar-se-á num miserável, ainda que viva estéril na sua inteligência ainda que seja um intelectual.

    • 31 Perfect Harmony Novembro 9, 2010 às 10:01 am

      Nada a haver, mesmo😉

      • 32 lua Novembro 9, 2010 às 1:22 pm

        ( foi só uma frase que li)🙂. e estava a pensar em mim e na minha infantilidade e insegurança.acho que tenho o complexo de peter pan :S

  12. 33 lua Novembro 9, 2010 às 1:57 pm

    no grief , no sorrow, no regrets! HAPINNESS🙂

    • 34 Perfect Harmony Novembro 9, 2010 às 2:06 pm

      Insanity

      • 35 lua Novembro 9, 2010 às 2:29 pm

        maybe.tu davas-me serenidade…

      • 36 Perfect Harmony Novembro 9, 2010 às 3:42 pm

        Não posso dar-te nada mais.

  13. 37 lua Novembro 9, 2010 às 6:27 pm

    é só o que eu preciso, as tuas palavras sempre me fizeram bem :)a tua presença de espirito, a tua calma , o teu saber estar, dão-me uma calma e serenidade…

    • 38 Perfect Harmony Novembro 9, 2010 às 9:09 pm

      Vai levar ao mesmo…

  14. 39 lua Novembro 9, 2010 às 9:56 pm

    a quê carlos? porventura dizer o quanto gosto de falar contigo, da tua companhia é mau? apesar das minhas muitas idiotices tu nunca me “tratas-te” mal, sempre me ouviste e respondes-te bem, sempre mantiveste a tua posição, sempre me puseste no meu lugar. ès sensato eu sei e agradeço-te por seres como és. de nós os dois tu és o adulto e isso é bom para mim. mas carlos não tenho o direito de te exigir nada, absolutamente nada

    • 40 lua Novembro 9, 2010 às 10:33 pm

      e mudando de assunto, já tens o p.c. novo?🙂

      • 41 Perfect Harmony Novembro 13, 2010 às 12:11 am

        Portátil lindo +.+

    • 42 Perfect Harmony Novembro 13, 2010 às 12:12 am

      Não quero que tenhas ilusões. Não quero que saias magoada. Simples.

      • 43 lua Novembro 13, 2010 às 3:50 pm

        🙂 os portáteis são fixes, utilizas onde quiseres, sofá, cozinha, cama, eu gosto

      • 44 lua Novembro 13, 2010 às 3:54 pm

        o que me magoa é não poder continuar a desfrutar da tua amizade e companhia…simples

  15. 45 lua Novembro 10, 2010 às 8:32 am

    entra no skype e lê, se quiseres. e fica bem carlos até sempre.

    • 46 Perfect Harmony Novembro 13, 2010 às 12:11 am

      Não tenho lá nada. Manda-me por mail.

      • 47 lua Novembro 14, 2010 às 8:11 am

        ” Eu poderia suportar, embora com dor, que morressem todos os meus amores, mas não suportaria se perdesse todos os amigos” já não vale a pena. adeus

      • 48 Perfect Harmony Novembro 14, 2010 às 5:49 pm

        Nada disso o amigo está aqui na mesma não da mesma forma de antes a evitar mal entendidos mas ele está cá🙂

      • 49 lua Novembro 14, 2010 às 9:35 pm

        então vou mandar mail, e tentar trancrever o que te disse no skype, talvez assim tu percebas os diferentes sentimentos em relação a ti e a outra pessoa (sabes quem)

      • 50 Perfect Harmony Novembro 15, 2010 às 1:21 am

        Precisas que transcreva as tuas?

  16. 51 lua Novembro 14, 2010 às 9:32 pm

    estás????

    • 52 lua Novembro 27, 2010 às 3:41 pm

      Tens razão gostar não é suficiente.É preciso amar! E lamento o mal entendido sobre sentimentos (os meus ):(

  17. 53 lua Novembro 14, 2010 às 10:31 pm

    quando se perde alguém de quem se gosta ( eu já perdi muitas pessoas de quem gostava)é muito doficil deixâ-las partir, eu odeio desperdir-me de quem gosto, é-me muito doloroso, mesmo de quem partiu para sempre, eu falo delas no presente, e assim é como se ainda estivessem aqui. eu nessessito desperdir-me devagarinho, assim tenho a sensação que não me custa tanto. eu tenho uma paranoia, que é, antes de morrer gostaa de me despedir de todas as pessoas que passam pela minha vida, não sei se consigo, mas já tenho algumas coisas escritas. loucura! não sei, mas eu gostava …

  18. 54 lua Novembro 14, 2010 às 11:35 pm

    adeus carlos. e no regrets

  19. 55 lua Novembro 15, 2010 às 8:22 am

    carlos ja pedi que me perdoes, por favor, não vamos continuar…eu já sofri, estou a tentar seguir em frente, ajuda-me.não preciso de mais castigo

    • 56 lua Novembro 15, 2010 às 8:23 am

      um dia destes ainda vamos rir de tudo isto, se quieseres falar sabes como e onde estou. beijo

      • 57 lua Novembro 15, 2010 às 1:16 pm

        quando te quiser sentir, ouço as musicas lindas que tu me deste a conhecer.as lembranças e as coisas boas perduram…

  20. 58 lua Novembro 15, 2010 às 7:37 pm

    acabei de ouvir uma musica linda:) tudo o que disse, disse-o com emoção e sentimento.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 168 outros seguidores

Calendário de posts

Outubro 2010
M T W T F S S
« Set   Nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

RSS Aquela cena Chata

  • Ocorreu um erro; é provável que o feed esteja indisponível. Tente novamente mais tarde.

Visualizações ao blog

  • 54,257 visitas

%d bloggers like this: