Obrigava a mulher a prostituir-se e filmava


Obrigava a mulher a prostituir-se e filmava

Durante vários anos, um empresário de Famalicão, de 47 anos, terá obrigado a mulher a participar em filmagens de sexo violento com ele próprio e com terceiros, que pagavam para isso. Tudo isto mediante agressões e ameaça de armas. Foi preso pela PJ do Porto.

Os inspectores ligados à secção de investigação do tráfico de estupefacientes averiguavam o indivíduo por indícios relativos a vários negócios ilícitos.

Mas quando entraram na casa do suspeito para uma busca ficaram surpreendidos com o arsenal de armas que encontraram: duas pistolas, quatro espingardas, uma carabina, cinco aerossóis de defesa e 443 munições. Tudo isto sem licença. E, no meio deste material, foram ainda descobertos vários filmes de cariz sexual, bem como dois computadores portáteis.

Foi neste momento que se percebeu que o empresário – que declarou ser “empregado de escritório” – seria, afinal, suspeito de violência doméstica, violação e lenocínio.

Este último ilícito estará relacionado com indícios de que a mulher foi, durante anos, forçada a manter relações sexuais com terceiros, mediante pagamentos em dinheiro.

Diligências efectuadas entretanto pela Polícia Judiciária do Porto serviram para confirmar as condições de violência em que terão ocorrido as filmagens pornográficas – o que levou à imediata detenção do suspeito. Levado ontem a interrogatório pelo juiz de instrução criminal do Tribunal de Famalicão, foi colocado em prisão preventiva, por perigo de continuação da actividade criminosa e risco de perturbação da investigação que irá prosseguir. Nas instalações daquele tribunal, o suspeito entrou e saiu oculto sob detenção, numa carrinha celular.

As exactas condições em que terão sido cometidos os crimes ainda vão ser aprofundadas pelos investigadores da área dos crimes sexuais. Nomeadamente no que se refere à participação de terceiras pessoas nos actos de violência sexual, bem como a posterior utilização do material pornográfico.

Para já, a Polícia Judiciária do Porto apurou que o empresário também controlava todos os movimentos diários da mulher, coagindo-a mediante o uso das armas para que ela não o abandonasse – conforme era o seu desejo. A vítima, que tem uma filha do indivíduo, vivia aterrorizada com a violência e ameaças de morte. Vai ter acompanhamento psicológico.                                                                                                               -in JN por António Soares e Nuno Miguel Maia

 

Bem há mesmo gente para tudo… A pergunta que se impõe é: “Algum dia estas duas mulheres voltarão a ter uma vida normal?”
Provavelmente nem sequer perto disso. As marcas psicológicas e emocionais são tão profundas que não imagino o que estas duas irão passar para o resto dos seus dias. A mãe foi completamente humilhada e despida de qualquer amor próprio que pudesse ter, escravizada pelo companheiro que decidiu por na sua vida… Pisada, usada como brinquedo sexual dele e dos amigos durante anos de abusos contínuos, espancada, escravizada e sem hipótese sequer de ajudar a sua filha pelo menos a sair deste tipo de vida… Vida? Peço desculpa, queria dizer estado de existência.

Alguém que passou o que esta senhora passou provavelmente quebrou. E digo quebrou no sentido psicológico. Tornada num fantoche humano que apenas procura passar por mais um dia, sem acreditar em milagres, esperança ou qualquer forma de saída daquele antro de tortura.

E a filha? Bem há relatos que dizem que ela vivia com os pais. Peço desculpa, com a mãe e com o seu companheiro. Há dias que me dá para escrever errado. Outros dizem que não. Por isso não vou debruçar-me muito sobre o assunto.

Fico é curioso a imaginar que tipo de gente vivia ao pé da casa do agressor. Talvez não curioso pois não deve ser muito dificil de adivinhar que tipo de gente vive durante anos ao pé daquela situação extrema e foi incapaz de reportar o que se passava. Os “amigos” do agressor… Que tipo de pessoa é capaz de ver tamanha exploração de uma pessoa de violação a espancamento e ainda se aproveitar da situação? Bem, talvez o tipo de pessoa com que muitas vezes estamos a falar e não conhecemos o monstro que está lá dentro. Desenganem-se caros leitores, todos temos um. O truque está em permitir-lhe a saída ou não.  E esta amostra de seres humanos foram capazes de explorar uma mulher abusada fisica, emocionalmente e psicológicamente por uns minutos de sexo pago. Sexo esse que podiam encontrar na maioria de qualquer esquina de uma rua durante altas horas da madrugada. Mas não é só… O companheiro da senhora ainda se dava ao luxo de gravar os abusos quer por ele ou por terceiros para venda pelos amigos. Inacreditável como apenas uma operação da PJ conseguiu libertar a senhora disto.

Estive há procura em muitos sítios diferentes, com diferentes testemunhos sobre o porquê da senhora se ter juntado com este ser demente e é inacreditável como algo tão grave continua a passar ao lado da maioria dos meios de comunicação e quão pouco se fala disto. Todos sabemos que o Carlos Castro morreu de forma violentíssima mas esse morreu. Com respeito pelo seu trabalho, ele não vai viver com as sequelas traumáticas de toda esta situação. E aqui se nota a desigualdade de pobre para rico e de famoso para desconhecido. Resumindo. Parece que a senhora se juntou com ele por ele ser um rapaz bonito e bem visto na altura (relatos apenas não sei a veracidade disto). E vejam no que deu. Raios, estou tão irritado. Há tantos problemas aqui, tantas formas de serem evitados e tantas formas de acabar com eles depois de terem começado que não percebo como uma situação assim acontece. Meninas, quando um homem vos bater, não interessa o quantas vezes ele pede desculpa ou se mostra arrependido, larguem-no. Tipos de animal capazes de agredir uma senhora nem que seja uma vez, repetem-no sempre. E o vosso não é diferente.

Acabando… Mas… E agora? Depois de tudo… O que lhe resta? A filha? Talvez… Mas ela foi quebrada. Duvido que consiga manter uma vida minimamente normal. Espero mesmo que com algum tratamento psicológico a senhora consiga pelo menos ganhar algum gosto há vida e levar uma vida normal para cuidar da sua filha e de si. Embora… sinceramente… duvido muito que isso um dia aconteça…

9 Responses to “Obrigava a mulher a prostituir-se e filmava”


  1. 1 lua Janeiro 10, 2011 às 1:24 pm

    Infelizmente ainda há quem diga, se ele me bate, é porque gosta de mim. Pois….Eu lamento que a senhora não tenho podido ou sabido pedir ajuda, temos em Portugal grupos e abrigos, que ajudam e protegem quem se encontra neste tipo de situações. A violentação não tem que ser repetida para ser traumatizante, nenhum ser humano tem o direito de fazer isso a outro ser humano, basta uma vez para deixar marcas. UMA VEZ É SUFICIENTE, E NESSA VEZ É PRECISO DIZER: BASTA!!!!

    • 2 Perfect Harmony Janeiro 10, 2011 às 6:17 pm

      Gostaria mesmo que essa mensagem passa-se mas é repetida vezes demais com resultados a menos.

      • 3 lua Janeiro 10, 2011 às 7:00 pm

        Sim, enquanto houver uma vitima que se cale….Fale-se muito de medo, mas há algo porventura mais difícil de combater e assumir: A vergonha…

      • 4 Perfect Harmony Janeiro 10, 2011 às 7:19 pm

        Infelizmente quem devia ter vergonha não a tem🙂

  2. 5 lua Janeiro 11, 2011 às 8:07 pm

    Enviei-te um mail que penso vais gostar, é um estudo ( sério,de António Damaso e outra cientista,tenho o ultimo livro dele, comprei-o para ti:( , ).

    • 6 Perfect Harmony Janeiro 12, 2011 às 1:17 am

      Para onde?

  3. 7 lua Janeiro 12, 2011 às 8:01 am

    carlosmonteiro@gmail.com

    • 8 Perfect Harmony Janeiro 12, 2011 às 2:57 pm

      De onde foste tirar isso? Nunca tive mail igual xD
      Manda para sayuriharuno@gmail.com

  4. 9 lua Janeiro 13, 2011 às 8:29 pm

    Tudo bem;) vai ver directamente ( Tendencias21.net) A beleza é determinante para fazer amigos no facebook.É espanhol mas vais compreender fácilmente.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 168 outros seguidores

Calendário de posts

Janeiro 2011
M T W T F S S
« Dez   Fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

RSS Aquela cena Chata

  • Ocorreu um erro; é provável que o feed esteja indisponível. Tente novamente mais tarde.

Visualizações ao blog

  • 54,257 visitas

%d bloggers like this: