Resposta a [Análise Presidencialista] (Sooth)


Para este post fazer sentido leiam o seguinte post por favor:

http://aquelacenachata.blogspot.com/2011/01/anaalise-presidencialista.html

 

Não escrevi post semelhante visto este estar extremamente parecido com o que faria e provavelmente melhor executado, no entanto tenho opinião diferente em algumas partes centrais e essas é nessas que quero pegar…

– Fernando Nobre: “- Vocês já viram uma criança a ir atrás de uma galinha para lhe tirar o que ela tem no bico para comer?! EU JÁ!!!”

Foi um exemplo de pobreza extrema de quem já viu o que não quis ver. Serve para exemplificar o estado de muitas pessoas que têm literalmente de ir ao lixo buscar comida. Não se fala mas isso existe e muito em Portugal, e a este ritmo não vão faltar muitos anos para começar a ser uma situação “preocupante”. Sim, porque agora mal ou bem ainda se vai vivendo muitas vezes a comerem apenas uma refeição ao dia e sem luxos em casa mas vive-se ou melhor, sobrevive-se. Se continuamos a descer com o nosso poder económico ao ritmo dos últimos anos, aí vai ser um problema sério. Este homem foi alguém que já viu miséria. Nao como aquela que tanto se fala nas luxuosas férias de verão ou no carro novo mas pobreza como eu tenho a infelicidade de ver todos os dias. Eu posso dizer que nunca vi realmente uma criança atrás de uma galinha para roubar comida, mas já vi crianças (8 anos) a comerem carochas com fome. A miséria em Portugal está muito pior do que se pensa… Muito pior mesmo…

– Manuel Alegre: “Já desta vez, ficou um pouco aquém do que esperava, a jogar baixo com insultos e bocas direccionadas a Cavaco Silva, não pode criticar tanto como, certamente, ele gostaria o governo, afinal de contas está a ser apoiado pelo PS.”

Sem duvida a parte que mais gostei do teu post. Infelizmente este Manuel Alegre não é o mesmo de antes. Não que o Cavaco não mereça grande parte das criticas mas realmente a campanha dele está no mínimo patética.

– Cavaco Silva: “Cavaco fez várias intervenções ao povo, mais ou menos propositadas, mas pelo menos tentou motivar.”

 

Quando há para comer não é?

Discordo completamente. Grande maioria das intervenções foram polémicas e sem lógica completamente nenhuma.  Um primeiro ministro não deve ser manchete de jornais pelos piores motivos e ele foi-o muitas vezes no seu mandato.

– Cavaco Silva: “As partes más são que em que várias decisões do governo mostrou uma apatia inesperada, perante tantos PEC’s, um economista, não tentou corrigir nada, não tentou encaminhar melhor a situação, algo no mínimo peculiar.”

Este é apenas um dos muitos problemas que se passaram no seu ultimo mandato. Fechou os olhos a muitas situações que não devia e interveio e tantas outras em que fazia melhor estar calado.

-Cavaco Silva: “…acrescento que para o bem da estabilidade política e económica do país ele deve manter-se na liderança, uma mudança de Presidente agora seria catastrófico, grande maioria, senão todos, os Presidentes cumpriram 2 mandatos, não acredito que este seja excepção.”

Estabilidade quando quase garante que se for eleito vai causar eleições antecipadas? Sou a favor de uma solução que estabilize ao máximo a situação politica e económica mas certamente que não é com declarações deste tipo que vai estabilizar seja o que for. Além disso tal como o Manuel Alegre é apoiado pelo PS, o Cavaco é apoiado pelo PSD e se ele for para lá bem que podemos esperar mais destabilização até porque o PSD até agora têm-se mostrado a favor de uma crise politica. Isto depois claro de o seu inicial “tapa-olhos” em que estaria a fazer tudo para se entender com o governo. Declarações polémicas, lavagem de roupa suja em publico, entre outras situações que os mercados internacionais certamente acompanham. Quando nós próprios estamos em guerra connosco, como podem os de fora confiar em nós?

– Sooth: A minha previsão vai para uma reeleição do Presidente actual, Cavaco Silva e acredito que seja a melhor decisão agora, é o menor de 6 males.

Concordo que realmente ele será re-eleito e provavelmente há primeira volta. Apenas discordo que é o menor dos males.

O pior é que realmente não há alternativas credíveis. Portugal precisa de sangue novo, vontade, garra e um pouco de risco há mistura. Isso não há. Há sempre as mesmas caras, ano após ano, sempre com as mesmas ideias antiquadas. Não há ideias engenhosas para vender a divida publica. Não há estratégias novas no combate ao desemprego. Não há nada novo. Portugal está a cada dia a tornar-se mais num pais histórico, até um dia, ser história… Os nossos votos pouca diferença vão fazer, vai continuar tudo na mesma no melhor dos cenários. Pelo menos vamos tentar não o piorar.

O meu voto este ano? Fernando Nobre.

9 Responses to “Resposta a [Análise Presidencialista] (Sooth)”


  1. 1 Sooth' Janeiro 19, 2011 às 4:20 pm

    “Foi um exemplo de pobreza extrema […] Muito pior mesmo…”

    A miséria em Portugal está horrível, não disse o contrário, sim há pessoas a ir buscar comida ao lixo… A zona onde vivo é a que tem mais desempregados em Portugal, o meu pai esteve desempregado durante anos, sei perfeitamente que a pobreza atinge muito gente com cada vez mais gravidade.
    Mas o trabalho que ele faz em África com a AMI é uma coisa estupidamente diferente do que ele possivelmente fará aqui, certamente ele não vai distribuir vacinas, medicamentos e alimentos, estar em hospitais de campanha, etc. Aqui ele tem de tomar medidas macro económicas, fazer discursos, vetar ou aceitar leis de vários tipos, saber lidar com o Governo… E ele não tem experiência política para fazer o que quer que seja das coisas que aqui enunciei, pode saber o que é, pode saber como se faz, mas nunca fez, ele não vai conseguir fazer um bom trabalho a liderar um país inteiro quando nunca sequer liderou uma autarquia.

    Ele viu miséria, big deal, eu vi, tu viste… Não é por isso que vamos candidatar-nos às presidenciais com esse argumento, não é por isso que seriamos bons candidatos.

    “Discordo completamente. Grande maioria das intervenções foram polémicas e sem lógica completamente nenhuma. Um primeiro ministro não deve ser manchete de jornais pelos piores motivos e ele foi-o muitas vezes no seu mandato.”

    Posso me ter expressado mal, mas o que está lá escrito é que ele fez várias intervenções, mais OU MENOS, propositadas, verdade que a grande maioria foi despropositada, mas não foram todas más. E claro que pelo menos tentou motivar o povo, não conseguiu, conseguiu, mais ou menos… Eu só falei da tentativa, não disse os resultados.🙂

    “Este é apenas um dos muitos problemas que se passaram no seu ultimo mandato. Fechou os olhos a muitas situações que não devia e interveio e tantas outras em que fazia melhor estar calado.”

    Está no meu blog: “Tentou fortalecer as ligações entre a presidência e o governo, algo que poderia ter resultado melhor se ele também soubesse quando deveria ter posto um travão nisso e mandado o governo abaixo.”

    Logo não devia ter fechado os olhos, devia ter intervido ou ter ficado calado.

    “Estabilidade quando quase garante que se for eleito vai causar eleições antecipadas?”

    Isto para mim não serve de argumento porque acho que o governo já devia ter ido abaixo em 2009, mais vale tarde que nunca.

    “Além disso tal como o Manuel Alegre é apoiado pelo PS, o Cavaco é apoiado pelo PSD…”

    O que me mete “medo” no Alegre ser apoiado pelo PS e ele ser eleito é que pode gerar-se uma particularização do poder político e, para além do governo não ser deitado abaixo, muitas outras coisas serão autorizadas por puro interesse partidário.

    “Apenas discordo que é o menor dos males.”

    Eu acredito que seja o menor de 6 males, pura e simplesmente, porque acho que ele tem a presença de espírito e a sapiência para mandar o governo abaixo e porque é um economista e em tempo de crise não se pede, por exemplo, um médico, como o Fernando Nobre ou o Defensor Moura. Quer-se alguém com bases e conhecimento económico suficientes para arranjar alternativas, mesmo que menos boas ou até más.

    “O pior é que realmente não há alternativas credíveis. Portugal precisa de sangue novo, vontade, garra e um pouco de risco há mistura.”

    Totalmente de acordo, a democracia em Portugal está envelhecida, temos políticos com 70 anos, já estava na altura de algumas pessoas mais jovens, com uma visão diferente, se mobilizarem, tentarem entrar em autarquias e começarem a subir nos partidos até chegarem ao topo. Infelizmente esse processo é demasiado longo e acredito que só acabará por acontecer daqui a 10, 15 ou 20 anos, apesar(!) do Pedro Passos Coelho e mesmo o Sócrates serem pessoas relativamente novas no seio da política.

    O meu voto este ano e primeiro voto da minha vida?

    Fazer um quadradinho em baixo, escrever Soothsayer ao lado e meter uma cruz no quadrado. Apesar de achar que o Cavaco é a opção menos má, não acredito que seja o ideal.

    • 2 Perfect Harmony Janeiro 19, 2011 às 4:40 pm

      “Mas o trabalho que ele faz em África com a AMI é uma coisa estupidamente diferente do que ele possivelmente fará aqui, certamente ele não vai distribuir vacinas, medicamentos e alimentos, estar em hospitais de campanha, etc.”

      Sem duvida que mesmo mal como estamos não se compara, e referi isso no post. No entanto agir sobre situações sobre as quais não se tem conhecimento de causa nunca traz resultados tão eficazes.

      “Ele viu miséria, big deal, eu vi, tu viste… Não é por isso que vamos candidatar-nos às presidenciais com esse argumento, não é por isso que seriamos bons candidatos.”

      Fala por ti O.o
      Eu vendia logo o país e acabavam-se os problemas (bricadeira obviamente).

      “Eu só falei da tentativa, não disse os resultados.”

      É um falhanço muito grande para serem tentativas mas argumento concedido.

      “Tentou fortalecer as ligações entre a presidência e o governo, algo que poderia ter resultado melhor se ele também soubesse quando deveria ter posto um travão nisso e mandado o governo abaixo.”

      Ou queres estabilidade politica ou não queres estabilidade politica. Não podes ter as duas.

      “Isto para mim não serve de argumento porque acho que o governo já devia ter ido abaixo em 2009, mais vale tarde que nunca.”

      Resposta acima. Falaste da necessidade de estabilidade politica e económica mas és a favor da queda do governo? Então queres que o governo caia e então haja estabilidade politica é isso?

      “O que me mete “medo” no Alegre ser apoiado pelo PS e ele ser eleito é que pode gerar-se uma particularização do poder político e, para além do governo não ser deitado abaixo, muitas outras coisas serão autorizadas por puro interesse partidário.”

      Concordo plenamente mas se o Cavaco ganhar não vai ser a mesma coisa quando o PSD ocupar o lugar do Sócrates? Porque muito dificilmente não vai ser o Paços Coelho a ocupar essa posição. O que quase garantidamente traz o FMI para Portugal ou seja, mais penalizações para os pequeninos num país dominado por PSD.

      “Eu acredito que seja o menor de 6 males, pura e simplesmente, porque acho que ele tem a presença de espírito e a sapiência para mandar o governo abaixo e porque é um economista e em tempo de crise não se pede, por exemplo, um médico, como o Fernando Nobre ou o Defensor Moura.”

      Tem-nos servido de muito xD

      “Infelizmente esse processo é demasiado longo e acredito que só acabará por acontecer daqui a 10, 15 ou 20 anos, apesar(!) do Pedro Passos Coelho e mesmo o Sócrates serem pessoas relativamente novas no seio da política.”

      Gente relativamente nova com ideias velhas e antiquadas…

      “Apesar de achar que o Cavaco é a opção menos má, não acredito que seja o ideal.”

      Posição de precaução. Não concordo mas respeito.

  2. 3 Sooth' Janeiro 19, 2011 às 5:03 pm

    “No entanto agir sobre situações sobre as quais não se tem conhecimento de causa nunca traz resultados tão eficazes.”

    Estás a ver como concordas comigo? O Fernando Nobre não tem conhecimentos políticos e económicos para trazer resultados tão eficazes. Porque o que se quer resolver neste país não são os 100 ou 200 mil que vão buscar comida ao lixo, são os 8 ou 9 milhões que ainda tem algo para comer, mas não chega assim tão bem. Isto pode parecer desumano, mas é uma questão de números.

    “Eu vendia logo o país e acabavam-se os problemas”

    Ainda creio que o Saramago tenha razão e nós vamos acabar por ser espanhóis. xD

    “Falaste da necessidade de estabilidade politica e económica mas és a favor da queda do governo? Então queres que o governo caia e então haja estabilidade politica é isso?”

    Eu defendo estabilidade política na Presidência da República porque mudar de presidência agora seria catastrófico a termos monetários e políticos, mas também defendo a queda do governo porque nos últimos anos houve tanta polémica, tantas decisões erradas, tanta mentira que isto ficaria mais estável sem eles lá, mesmo que isso implique novas eleições antecipadas. Acaba por ser mais estável entrarem pessoas novas em que talvez, talvez, se possa confiar do que manterem-se as mesmas e saber que não valem nada.

    “Concordo plenamente mas se o Cavaco ganhar não vai ser a mesma coisa quando o PSD ocupar o lugar do Sócrates? Porque muito dificilmente não vai ser o Paços Coelho a ocupar essa posição. O que quase garantidamente traz o FMI para Portugal ou seja, mais penalizações para os pequeninos num país dominado por PSD.”

    Dou-te este ponto, isso é verdade. Mas se analisares bem a particularização do poder para o lado do PS vai fazer o quê? Trazer mais PEC’s inúteis? Provavelmente… A do PSD, pode ser o FMI, podem ter outra proposta, nunca se sabe, é um incógnita. Mesmo se for o FMI, e por muito que discorde disto e saiba perfeitamente que as coisas piorarão exponencialmente se eles vierem, talvez acabe por ser a melhor solução e resolvermos os problemas em 4, 5 ou 6 anos do que andarmos a arrastar-nos com meias medidas durante 10, 15 anos… Óbvio que com uma solução alternativa, atiro-me a ela de cabeça, FMI espero que nunca seja necessário, infelizmente cada vez temo mais que seja.

    “Tem-nos servido de muito”

    Talvez não, a realidade é que a experiência nessa área funciona a seu favor. Já um médico não pode por Betadine no país. xD

    “Posição de precaução. Não concordo mas respeito.”

    Não é uma questão de precaução é a minha opinião real, de todos ele é o menos mau, mas o ideal seria, para mim, sem ironia nenhum, o Alberto João Jardim, seja qual for o cargo no país. Apesar dos disparates, das postas de pescada, dos insultos e afins, o que ele fez pela Madeira é inegável e é, sem dúvida uma pessoa frontal que diz o que tem a dizer, e isso reflecte-se nos anos de poder que tem.

  3. 4 Perfect Harmony Janeiro 19, 2011 às 5:19 pm

    “O Fernando Nobre não tem conhecimentos políticos e económicos para trazer resultados tão eficazes.”

    Tal e qual o Cavaco quando tanto fala da crise e de passar mal.

    “Acaba por ser mais estável entrarem pessoas novas em que talvez, talvez, se possa confiar do que manterem-se as mesmas e saber que não valem nada.”

    Um sonhador em 2011? Estou admirado.
    Seja quem for para lá não vai melhorar as coisas sem ser há custa dos mesmos. No máximo mantém. Os politicas querem poder, dinheiro e interesses. Vão sempre mentir, umas vezes no interesse do povo, na grande maioria, no seu próprio interesse. Lixo há-de ser sempre lixo independentemente da cara que usa. Ou se renova todo sistema politico ou nada vai mudar. É preciso aumentar a fasquia.

    “A do PSD, pode ser o FMI, podem ter outra proposta, nunca se sabe, é um incógnita.”

    Ambos sabemos que a outra proposta ao FMI é o FMI. Já foi afirmado pelo PSD várias vezes que “estamos prontos para governar com o FMI”. Isso significam cortes bem mais drásticos de pessoas que estão no limite da navalha. É preciso dar emprego a essas pessoas e promover o trabalho para aumentar a produção e os lucros. Também acaba por ser uma questão de numeros. A entrada do FMI vai promover melhorias económicas a curto prazo mas a que preço?

    “Já um médico não pode por Betadine no país.”

    Um advogado está a fazer muito pelos EUA.😉

    “mas o ideal seria, para mim, sem ironia nenhum, o Alberto João Jardim, seja qual for o cargo no país…”

    Não gosto dele mas realmente fez um trabalho espantoso na madeira. Talvez por ter sabido manter o governo debaixo do seu pulso. Argumento concedido.

  4. 5 Sooth' Janeiro 19, 2011 às 5:32 pm

    “Tal e qual o Cavaco quando tanto fala da crise e de passar mal.”

    Um homem que viveu no tempo de Salazar deve conhecer a miséria de perto, digo eu, não era vivo nessa altura, mas deduzo.

    “Um sonhador em 2011?”

    A esperança é a última a morrer, a realidade é que não acredito que as coisas possam melhorar com a entrado no PSD no governo, mas é como o Tiririca “pior do que está não fica”, preferes arriscar ou ficar na mesma?

    “Ambos sabemos que a outra proposta ao FMI é o FMI. […] Isso significam cortes bem mais drásticos de pessoas que estão no limite da navalha. […] A entrada do FMI vai promover melhorias económicas a curto prazo mas a que preço?”

    Não me estás a dizer nada que não saiba já e dispenso o FMI a Portugal, mas começo a ver que é a última saída… Mas, independentemente das medidas drásticas que vai trazer, uma coisa pode-se afirmar, vai ser muito menos parcial que as medidas actuais, muito mais distribuídas pela população. Contudo, sim, demasiado drástico e qualquer plano com igual ou ligeiramente inferior eficácia seria melhor.

    “Um advogado está a fazer muito pelos EUA.”

    Nem por isso, a maior mudança que tinha proposto saiu-lhe furada, a reestruturação do plano nacional de saúde.

    • 6 Perfect Harmony Janeiro 19, 2011 às 5:49 pm

      “Um homem que viveu no tempo de Salazar deve conhecer a miséria de perto, digo eu, não era vivo nessa altura, mas deduzo.”

      Foi uma época de extremos. Uns estiveram no paraíso e outros no inferno. Conheço quem lá tenha vivido e “chore” todos os dias para o tempo voltar atrás. E conheço que comia 1/2 sardinha e um tomate para um dia de trabalho forçado. Qual das duas partes ele viveu? Não faço ideia mas apostava.

      “A esperança é a última a morrer, a realidade é que não acredito que as coisas possam melhorar com a entrado no PSD no governo, mas é como o Tiririca “pior do que está não fica”, preferes arriscar ou ficar na mesma?”

      Discordo completamente do “pior do que está não fica”. De resto apoio-te. É preciso ter esperança mas não o vejo a acontecer com nenhum dos dois partidos Portugueses (PS e PSD).

      “Contudo, sim, demasiado drástico e qualquer plano com igual ou ligeiramente inferior eficácia seria melhor.”

      Podiam por a banca a pagar 25% do IRC para começar… E obviamente concordo contigo. Continuem a vender divida publica e insiram novos plano de recuperação sócio-económicos.

      “Nem por isso, a maior mudança que tinha proposto saiu-lhe furada, a reestruturação do plano nacional de saúde.”

      http://wiki.answers.com/Q/What_has_President_Barack_Obama_done_so_far

  5. 7 Sooth' Janeiro 19, 2011 às 6:11 pm

    “Foi uma época de extremos. Uns estiveram no paraíso e outros no inferno. Conheço quem lá tenha vivido e “chore” todos os dias para o tempo voltar atrás. E conheço que comia 1/2 sardinha e um tomate para um dia de trabalho forçado. Qual das duas partes ele viveu? Não faço ideia mas apostava.”

    Talvez, muito honestamente não faço ideia se vivia bem ou mal nessa altura… De qualquer forma o Fernando Nobre não viveu essa extrema pobreza de que tanto fala, apenas a viu… Serve para os dois lados o teu argumento.

    “Discordo completamente do “pior do que está não fica”. De resto apoio-te. É preciso ter esperança mas não o vejo a acontecer com nenhum dos dois partidos Portugueses (PS e PSD).”

    Era um forma de expressão, é óbvio que pode ficar muito pior, foste demasiado literal a interpretar.🙂
    Infelizmente também não vejo nada acontecer com nenhum dos partidos secundários.😐

    “Podiam por a banca a pagar 25% do IRC para começar… E obviamente concordo contigo. Continuem a vender divida publica e insiram novos plano de recuperação sócio-económicos.”

    Por a banca com um imposto tão elevado poderia causar num agravamento da crise na medida em que ninguém investiria lá, devido à sobrecarga de impostos, mas uma percentagem considerável a isso seria sem dúvida excelente.
    Também poderiam aumentar a taxação a prémios como o Euromilhões, totoloto/bola, prémios das manhãs da Júlia e afins… Talvez fosse até menos perigoso que mexer na banca.

    “http://wiki.answers.com/Q/What_has_President_Barack_Obama_done_so_far”

    Na primeira semana tudo é demasiado relativo, tem coisas que podem ser avaliados como boas ou más (Guantanamo Bay as an example), tem promessas e coisas insignificantes.
    Nos 7 meses, mais uma ou outro promessa, mais pontos mau.
    No 1º ano tudo é mau.

  6. 8 Perfect Harmony Janeiro 19, 2011 às 9:22 pm

    “Talvez, muito honestamente não faço ideia se vivia bem ou mal nessa altura… De qualquer forma o Fernando Nobre não viveu essa extrema pobreza de que tanto fala, apenas a viu… Serve para os dois lados o teu argumento.”

    Podia argumentar aqui mas vou conceder.

    “Infelizmente também não vejo nada acontecer com nenhum dos partidos secundários.”

    Nem principais nem secundários. Como dissemos antes não há escolhas plausíveis. Apenas as menos más.

    “Também poderiam aumentar a taxação a prémios como o Euromilhões, totoloto/bola, prémios das manhãs da Júlia e afins… Talvez fosse até menos perigoso que mexer na banca.”

    Também não era má ideia…

    “Na primeira semana tudo é demasiado relativo, tem coisas que podem ser avaliados como boas ou más (Guantanamo Bay as an example), tem promessas e coisas insignificantes.
    Nos 7 meses, mais uma ou outro promessa, mais pontos mau.
    No 1º ano tudo é mau.”

    Aqui acaba por ser uma questão de opinião. Então não vou argumentar mas não concedo😛

  7. 9 Sooth' Janeiro 19, 2011 às 9:25 pm

    Aqui acaba por ser uma questão de opinião. Então não vou argumentar mas não concedo😛

    Limitei-me a ler o teu link. :p

    Sendo assim, dou por encerrado o debate. Fica para a próxima a continuação. +.+


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Posts mais populares

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 168 outros seguidores

Calendário de posts

Janeiro 2011
M T W T F S S
« Dez   Fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

RSS Aquela cena Chata

  • Ocorreu um erro; é provável que o feed esteja indisponível. Tente novamente mais tarde.

Visualizações ao blog

  • 54,269 visitas

%d bloggers like this: